Notícias

09
Mai/13

CIPE/Cerrado prende cinco suspeitos de participao em assalto frustrado em Baianpolis


Os acusados são Adilton Alcântara, morador de Barreiras e sua esposa Jaqueline Marques da Silva, natural do estado do Piauí; Amorim e José Antônio da Mendes da Silva, ambos do Distrito Federal; Felix Nunes da Silva, de Goiânia. Todos os acusados foram presos em Angical. Fotos: Naldo Vilares/Blog do Sigi Vilares


O armamento encontrado com os suspeitos


O dinheiro apreendido, cerca de R$ 5 mil


Veículo apreendido pela polícia


Veículo apreendido pela polícia


Veículo apreendido pela polícia

Cinco acusados de participar na tentativa de assalto ao caixa eletrônico do Banco do Brasil, em Baianópolis, foram presos em Angical, na tarde desta quinta-feira, 9.  Por volta das 2h30 da mesma quinta-feira, 9, o caixa eletrônico da agência bancária foi explodido.

Os presos são Adilton Alcântara, morador em Barreirasm e sua esposa Jaqueline Marques da Silva, do Piauí; um homem identificado apenas por Amorim e José Antônio da Mendes da Silva, ambos de Brasília; Felix Nunes da Silva, de Goiânia.
A ação contou com a participação de equipes da Cipe-Cerrado, Pelopes do 10º BPM, guarnições das cidades de Angical e Baianópolis, Rocam e policiais da 1ª Cia. de Barreiras.

Com os suspeitos foram apreendidos aproximadamente um quilo em explosivo gel, seis bananas de dinamite, um cilindro, munições de vários calibres, um rádio transmissor HT, cerca de R$ 5 mil e três veículos (uma saveiro, um fiat uno e um gol). Este último carro possuía apenas o banco do motorista e adaptado, segundo os policiais, para transporte de equipamentos de grande porte (o que reforça a hipótese de que o espaço comportaria um caixa eletrônico). O gol foi flagrado pelas câmeras de segurança da 24ª Companhia da Polícia Militar, em Baianópolis, minutos antes da explosão. Este veículo foi abandonado no povoado de Missão de Aricobe, região de Baianópolis.

Em entrevista à reportagem do Blog  Sigi Vilares, o major Ewans, da Cipe-Cerrado disse que a quadrilha é especializada em explosão de caixas eletrônicos e participou de assaltos em Muquém de São Francisco e de Malhada. No assalto em Malhada, um integrante da quadrilha morreu após a explosão de uma banana de dinamite que carregava e um comparsa ficou gravemente ferido. Ao buscar atendimento médico  um hospital em  Serra do Ramalho, acabou preso pela policia.

Apesar da prisão dos cinco suspeitos, policiais continuam em busca de outros prováveis integrantes da quadrilha. "As buscas continuam por tempo indeterminado", garantiu o major  Ewans.
                                                                Veja um trecho do vídeo da prisão da quadrilha 

Segundo informações da polícia, os acusados deverão permanecer custodiados em Barreiras onde ficarão à disposição da justiça e deverão responder pela prática de vários crimes. Desde tentativa de assalto, passando por receptação à formação de quadrilha. Se condenados, poderão pegar até 20 anos de prisão.

Fonte:Reprter Naldo Vilares/Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades