.:: Blog do Sigi Vilares ::.
 
   
 X fechar  
27
08 / 14

A adolescente de 16 anos que estava desaparecida desde quinta-feira (21) voltou para casa, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, na manhã de terça-feira (26), após denúncia feita pela família.

Tainá de Jesus Lima contou no Conselho Tutelar que tinha fugido de casa para fazer um curso de moda, fora da cidade.

A garota ainda disse que estava em Barreiras, também na região oeste do estado, na casa de um homem com quem ficou esses 4 dias. A Polícia Civil já instaurou inquérito para investigar o que fez a garota fugir de casa. O caso também é acompanhado pelo Conselho tutelar.

Caso

De acordo com a família de Tainá de Jesus Lima, ela saiu de casa depois de deixar um bilhete dizendo que estava indo em busca de um sonho. A garota desapareceu na última quinta-feira. Os pais contam que a menina gostava muito de moda e desenhar. No dia que a adolescente saiu de casa, apenas ela e o irmão estavam na residência, que fica no bairro Jardim das Acácias. Tainá esperou ele dormir para poder fugir.

Dias antes do desaparecimento da jovem, um homem teria ido até a porta da escola onde ela estudava, oferecendo bancar um curso para a menina fora da cidade.

Apelo

Na última segunda-feira, 25, a mãe da adolescente postou aqui no Blog do Sigi Vilares um apelo procurando pela filha.

Do G1.COM  
 
(0)

 
27
08 / 14

Hoje pela manhã, às 8h15m, o Cartório de Títulos e Documentos de Luís Eduardo Magalhães já não tinha mais senhas para distribuir aos seus clientes. A realidade é dura. O Cartório distribui senhas para reconhecimento de firma, em quantidade insuficiente para o atendimento da população.

A alegação de uma funcionária é de que o Cartório tem que atualizar o sistema diariamente e por isso tem que encerrar as atividades de reconhecimento de firmas mais cedo.

Diariamente, pessoas se acumulam em filas nas portas do Cartório, antes mesmo da sua abertura, para garantir uma senha, pois só fornecem 50 senhas.

Pelo visto, continua mais rápido ir até Dianópolis, no estado do Tocantins, a 150 km, cujo percurso leva menos de 4 horas, ida e volta, do que esperar pela boa vontade dos funcionários, nem sempre bem humorados, do Cartório de Luís Eduardo.

Do Jornal O Expresso  
 
(3)

 
27
08 / 14


O prefeito , recebeu em seu gabinete, a secretária de Meio Ambiente e Economia Solidária, Fernanda Aguiar e Jenny Pompe da SETRE que apresentou o relato do evento

O município de Luís Eduardo Magalhães foi destaque nacional no quesito inclusão social de catadores de material reciclável durante o Encontro Nacional Conhecimento e Tecnologia: Inclusão Socioeconômica de Catadores de Materiais Recicláveis, realizado entre os dias 20 e 22 de agosto em Brasília. O evento foi promovido pela Secretaria-Geral da Presidência da República, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Universidade de Brasília (UNB).

 Luís Eduardo Magalhães foi representado pela Secretaria Estadual do Trabalho Emprego Reanda e Esporte (SETRE), que atua em projetos junto a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Economia Solidária (SEMA). “Luís Eduardo foi reconhecido nacionalmente por especialistas e órgãos federais. Nosso objetivo está sendo alcançado que é a promoção da qualidade de vida”, afirmou Jenny Pompe, da Superintendência de Economia Solidária da SETRE.

 Jenny Pompe, que também participou da inauguração do Centro de Triagem da Coleta Seletiva Solidária no mês de junho, avalia que o foco das atividades desenvolvidas em Luís Eduardo Magalhães é o desenvolvimento social. “Os trabalhadores foram retirados do lixão e agora passam a desenvolver atividades com retorno financeiro através da Associação”, observou, lembrando que o princípio do Centro de Triagem é a sustentabilidade.


No evento oconteceram debates, sessões temáticas, apresentação de artigos acadêmicos, relatos de experiências e ações relacionados à gestão de resíduos sólidos com inclusão de catadores

A coordenadora do Comitê Interministerial de Inclusão de Catadores, Daniela Metello, relatou que o maior ganho do evento foi a participação dos próprios catadores na discussão com estudiosos e pesquisadores da área. “O que a gente vê na prática é que as experiências que unem esses saberes são muito mais efetivas. O conhecimento gerado na universidade é muito valioso, mas tem que ser articulado com a prática dos catadores, porque são eles que entendem da vida”, destaca.

 O prefeito Humberto Santa Cruz, que assinou na manhã desta terça-feira, 26, contrato com a Associação de Materiais Reciclados de Luís Eduardo Magalhães, acredita que a partir de agora a sociedade passe a olhar para os catadores de maneira diferente. “É necessário mudanças nos hábitos, a responsabilidade do destino correto do lixo é de quem produz e de quem comprou o produto. Para a atingir a sustentabilidade do Centro Municipal de Triagem é fundamental que a população participe da coleta seletiva solidária” avaliou o prefeito.

ASCOM, prefeitura de LEM  
 
(0)

 
27
08 / 14


Rua Paraíba, 546, em frente a Praça Sérgio Alvim Mota, Centro de LEM. Fones: 77 3628-4316 e 9918-7632

Venha conferir e surpreender-se com a Destak Interiores

Corra já para a Destak Interiores. Os descontos vão de 20% a 50%

Rua Paraíba, 546, em frente a Praça Sérgio Alvim Mota, Centro de LEM. Fones: 77 3628-0350 e 9918-7632.

Informe publicitário  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Infelizmente, nossa humanidade parece viver uma selva, cada um lutando pela sua própria sobrevivência. Olhando o próximo como o inimigo. Um dia uma faca, outro um tiro, e alguém morre, as vezes destruindo famílias e outros dando paz a outras. Mas criminalidade se existe desde A.C., Caim e Abem e outros...

Mas o trânsito é problema do novo mundo, da tecnologia, todo dia lançamentos mais potentes, incentivo a velocidade, brigas por montadoras para ver que faz o melhor carro, o mais potente, e no final, nossas vias o limite Máximo é de 110km/h.

Será que nossa legislação de trânsito não consegue acompanhar o avanço tecnológico, ou descaso de nosso governantes que não regulamentam a fabricação dos automóveis limitando o limite Máximo de velocidade.

Pardal, quebra-molas, sinalizador, pouco resolve se quando passar por esses obstáculos a corrida é a mesma. 

Agora vem nossa realidade, LEM... aí fica para uma outra oportunidade... 

Atenciosamente,
Lamarque Guimarães

Blog do Sigi Vilares - paricipação do internauta - mande seu email: sigivilares@hotmail.com  
 
(3)

 
27
08 / 14

Vejo toda a semana alguém mandando fotos dessa vergonha que é essa divisa do Florais Léa II com o bairro Paraíso. ATE QUANDO ISSO? Ninguém vai arrumar? Um joga pra prefeitura, outro para a loteadora.

As chuvas daqui uns dias começam. Vendo várias famílias sendo afetadas, correndo risco de casas desabar e não conseguir chegar em suas casas.

Ficamos a vida toda juntando para comprar casa, pagar aluguel, todos nós trabalhamos pagamos impostos. Cadê o retorno disso? 

Devemos ter respeito por que ali moram famílias, idosos, crianças. Não tem ninguém que resolve isso nessa cidade? Só sabe pedir voto? 

Rua que dá acesso a 31 de março outra vergonha. Ali choveu quebrou, cadê? Ao menos ajuste, reforce lá e não volta a jogar terra... ASFALTA LOGO ISSO, ARRUMA A RUA QUE DIVIDI OS BAIRROS. É ABSURDO QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO COM A POPULAÇÃO QUE LÁ MORA. SOCORRO!!!!

Att. Morador do Florais Léa II (LEM)

Blog do Sigi Vilares - paricipação do internauta - mande seu email: sigivilares@hotmail.com  
 
(3)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14


O jogo foi duro e o Flamengo vendeu caro a sua derrota

O sexto jogo válido pela primeira divisão do municipal, realizado na noite desta terça-feira 27, duas coisas chamaram a atenção. Uma positiva e outra negativa.

A boa foi um desfile de craques de ambas as partes. A negativa veio ao rolar a bola. Atletas do Flamengo se esqueceram de jogar e começaram com entradas fortes e violentas que culminaram com aplicação de um cartão vermelho para equipe rubro negra.


O técnico índio contou com o jogador Fininho, que não foi utilizado

A jogada que mais chamou a atenção aconteceu no duelo entre o volante Toya (do Flamengo E.C) e o lateral Damião (do LEM Vento em Popa Janjar E.C). Toya foi por baixo com toda sua força para atingir as pernas do seu adversário. Damião revidou aplicando um golpe na altura do pescoço de Toya.

Até os 10 minutos da segunda etapa, o jogo estava mais parecendo uma luta de MMA. Mas com a chegada da Policia Militar e da Guarda Municipal os ânimos se acalmaram e torcedores puderam ver um alguns minutos de bola rolando com lealdade. 


O jogador Daivid, do LEM Vento em Popa Janjar E.C, mostra as marcas de uma entrada violenta

O gol da vitória do LEM Vento em Popa Janjar Esporte Clube aconteceu ainda na primeira etapa. Após um belo cruzamento da direita, o atacante Herbley, recém contratado do atual campeão Santa Cruz, subiu mais alto que toda a zaga rubra negra e colocou a bola no fundo da rede do goleiro Quinho.

Final de jogo: LEM LEM Vento em Popa Janjar Esporte Clube 1 X 0 Flamengo.


A torcida marcou presença

Sigi Vilares Futebol Clube

Na tarde deste sábado, 30, será a vez do Sigi Vilares F.C estrear no campeonato municipal da primeira divisão. O jogo será contra a equipe do Chapada Diamantina, às 16h, no Estádio Coronel Aroldo Cruz.

Blog do Sigi Vilares  
 
(0)

 
27
08 / 14


Aqui não dá para passar dois carros


O motorista da caçamba deixou o local do acidente

Na manhã desta quarta-feira, 27, houve uma colisão lateral envolvendo dois veículos na rotatória do centro de Barreiras, ao lado do Galego Lanches.

Um caminhão caçamba e um veículo Honda Civic seguiam sentido praça Castro Alves, quando na rotatória, que tem a saída para a Avenida Benedita Silveira estreita, acabaram se colidindo.

O condutor da caçamba acabou evadindo-se do local.

Repórter Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares  
 
(0)

 
27
08 / 14


* Na compra do seu carro, se você informar que viu o anúncio aqui neste blog, você ganha um brinde surpresa.

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Aproveite a vida 

A morte chega sem avisar.

Dela eu tenho medo.

Pois não consigo escapar.

 

Fico de olhos abertos.

Onde ronda o perigo.

Eu não chego perto.

 

Durmo com os olhos a fechar. 

Medo de que eu não possa mais acordar.

 

Na TV só tem mortes.

Peço ao meu Deus. 

Que todos sejam fortes.

 

Hoje tenho mais um dia de vida.

Amanhã poderá ser o dia da partida.

 

Mais um dia de alegria. 

Vivo intensamente.

Obrigado meu Deus, por este presente.

 

Um recado quero deixar.

Aproveite sua vida.

Antes que ela possa acabar. 

 

Att: Phelipe Muniz.

Blog do Sigi Vilares - paricipação do internauta - mande seu email: sigivilares@hotmail.com  
 
(6)

 
27
08 / 14

Um motorista de 33 anos teve seu caminhão tomado de assalto no Posto Sanave, no bairro Morada Nobre, em Barreiras. O caso foi registrado na tarde de ontem, terça-feira, 26, no complexo policial de Barreiras.

Segundo o motorista, ele foi abordado por três indivíduos, um deles armado. O trio chegou em um veículo VW Crossfox, de cor prata, e obrigou o mesmo a descer de seu caminhão Ford Cargo 2428, com placa JJB 6628 de Trindade/GO, colocando o mesmo em outro carro.

O motorista contou que foi levado em direção ao estado do Piauí, onde ficou em uma estrada vicinal até as 3h da madrugada do dia seguinte.

O assalto ocorreu na manhã do dia anterior, domingo, 24, por volta das 9h. O motorista disse ainda que foi obrigado a ingerir bebida alcoólica que por este motivo ficou desacordado até o horário especificado.

Além do veículo, foram roubados a CNH e o IPVA. O caso será investigado pela polícia civil de Barreiras.

Repórter Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14


O pedestre atropelado


O SAMU socorreu a vítima

Sigi, mais um acidente na Avenida JK. Desta vez, um atropelamento. Onde vamos parar com esse trânsito?

Att. Daniel Schwengber

Blog do Sigi Vilares - paricipação do internauta - mande seu email: sigivilares@hotmail.com  
 
(0)

 
27
08 / 14

SAMU, os Bombeiros e a PRF na Serra do Saco


A PRF, o SAMU e os Bombeiros descendo ao local onde estava a carreta


A mão de Deus esteve aqui

Chegando na cabine da carreta

Onde o caminhão parou


O médico do SAMU socorrendo o bebê


O filho do motorista sendo socorrido


A esposa do motorista sendo atendida pelo SAMU


O socorro foi feito por um canal que passa por baixo da rodovia


Do outro lado do canal, o acesso a rodovia foi mais fácil


A mulher foi socorrida para o Hospital do Oeste


Milagre: O bebê sobreviveu ao acidente com apenas ferimetos leves. 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou na noite de ontem, terça-feira, 26, por volta das 21h, um grave acidente na BR 242, na altura da Serra do Saco, em Barreiras. 

De acordo com informações no local, o condutor de uma carreta bi trem, carregada de adubo orgânico, descia a Serra do Saco, quando numa curva acabou perdendo o controle, vindo a descer uma ribanceira do outro lado da via, com cerca de 20 metros de altura e só não desceu mais por que a carreta ficou dependurada sobre algumas árvores de grande porte. 

O local onde bi trem caiu estava a cerca de 30 metros de distância da BR 242, o que dificultou o acesso dos socorristas do SAMU, dos bombeiros e dos patrulheiros da PRF.

O motorista viajava com a esposa e dois filhos: um bebê de dois meses e um menino de 8 anos.

O condutor e o bebê saíram ilesos. Já o filho mais velho ficou com ferimentos leves e a esposa com ferimentos mais graves, mas todos estavam conscientes. Todos foram socorridos por três equipes do SAMU, com o auxílio de uma equipe do Corpo de Bombeiros e da Polícia Rodoviária Federal. Todos foram encaminhados para o Hospital do Oeste.

A mulher que ficou com ferimentos mais graves, teve que ser socorrida por dentro de um canal subterrâneo que cruza a rodovia, o que facilitou o acesso para o socorro e subida na BR 242.

Repórter Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Arte, música, história, voluntariado e ação social marcam a segunda edição do evento, que já está na fase final de preparação

O Salve Barreiras prepara para o dia 7 de setembro, às 17 horas, a segunda edição do “Celebrando Barreiras”, festa lançada neste ano no aniversário da cidade. O evento é uma comemoração pública organizada pelo projeto Salve Barreiras para dar visibilidade à cultura local e às ações desenvolvidas em prol da cidade. O 2º Celebrando Barreiras será realizado no centro histórico e é aberto ao público de todas as idades.

A programação conta com exposição dos artistas plásticos Jailson Correia Miranda (arte em argila) e exposição de mandalas feitas em vinil e a lápis de cor. O grupo Cordel da Feira, do artista e escritor Zeca Pereira, também estará presente divulgando a literatura de cordel. A ONG Lobo também estará presente em stand próprio com alguns animais para receber carinho. Assim como na primeira edição, os barreirenses poderão participar da “Caminha histórica” com a historiadora Ignez Pitta, que irá passar pelos principais prédios do centro histórico como o Paço Municipal, a Sertaneja, a catedral São João Batista, a Igreja Santa Terezinha, a Casa Vermelha, entre outras, contando curiosidades da história de barreiras e sua fundação. A caminhada será encerrada com a vista do pôr-do-sol na Rua Humaitá (primeira rua do município). A atividade é gratuita e terá início das 16h com saída da Praça do Coreto.

Os shows com artistas locais são gratuitos e terão início às 17h. A programação já confirmou nomes como Bosco Fernandes e o saxofonista Renam Juchem, que emocionou a todos no primeiro evento.

Veja programação completa:

• 17h – João Aurélio e Isabel com piano clássico e erudito

• 17h40 – Renam Juchem e Jó (saxofone e teclado) com repertório Nacional e Internacional

• 18h40 – escola de música Tok & Kant (Rosiane, Augusto e Bela) com samba de raiz e repertório com nomes como Clara Nunes, Adoniram Barbosa e João Gilberto

• 21h – Bosco Fernandes com repertório nacional

Na festa o Salve Barreiras também apresenta os projetos em andamento, como o “Cidade Colorida” e “Adote Barreiras”, além de cadastrar voluntários que desejarem se engajar nos projetos voluntários promovidos ou parceiros do grupo.

Ação Social

O Celebrando Barreiras é um dos projetos do Salve Barreiras para resgatar, incentivar e promover a cultura, o desenvolvimento sustentável, a valorização do patrimônio histórico da cidade e a iniciativa popular cidadã. Faz parte dessa proposta a arrecadação de doações para projetos voluntários e sociais nos eventos públicos. Na festa, o estande do Salve Barreiras vai receber alimentos, roupas, brinquedos e materiais de limpeza que serão doados à instituição de assistência social local. As doações podem ser feitas no local do evento das 16h às 22h.

Parceiros desta ação:

Prefeitura de Barreiras

Escola de Música Tok & Kant

Bosco Fernandes

Jailson Correira Miranda (Arte em Argila)

ONG LOBO

Yupi produções

Cordel da Feira

Audiomix Sonorização

Blog do Sigi Vilares/Salve Barreiras  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 
27
08 / 14

Publicidade  
 
(0)

 


  Publicidade
 
© 2013 www.sigivilares.com.br
 
Todos os direitos reservados