Notícias

10
Mai/17

Em Barreiras, equipe faz levantamento do nmero de veculos que trafegam na 135





Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) estão em Barreiras realizando uma contagem de tráfego na BR 135 para levantar a quantidade de veículos que utiliza a via e assim obter informações que permitam melhorar as condições da estrada.  O trabalho está sendo realizado desde o último sábado, 6.

Para isso foi montado um posto de contagem em um ponto estratégico às margens da BR 135 onde são realizadas contagens volumétricas e classificatórias por sete dias e 24 horas por dia. A contagem é manual, mas o fluxo de veículos também é registrado por câmeras filmadoras adaptadas que servem como auxílio para tornar o trabalho mais preciso, uma vez que os dados de contagem daquela região apresentam uma defasagem de mais de cinco anos.

O trabalho faz parte do termo de cooperação firmado entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e UFPR, cujo objeto de estudo é a Elaboração de Anteprojeto e Estudos Ambientais, Gestão, Supervisão e Execução de Programas Ambientais, para a regularização ambiental da BR-135/BA/MG, no trecho de Barreiras/BA e Itacarambi/MG.
“A contagem de tráfego faz parte da Meta 1 do nosso termo de cooperação que engloba o trecho entre Barreiras e São Desidério e irá fornecer subsídios para a Elaboração de Anteprojeto de Engenharia para adequação da rodovia e acostamento, alargamento de pontes e entre outras correções nas pistas”, explica o engenheiro civil Cristhyano Cavali.

Ele esclarece que com estes dados será possível classificar a rodovia em sua respectiva classe técnica, ou seja, verificar se ela está adequada ao tráfego atual ou se serão necessárias obras para a readequação de seu traçado. Também será realizada uma projeção para determinação do tráfego futuro no horizonte de 10 ou 20 anos, de modo a verificar o dimensionamento do pavimento necessário.

“A contagem de tráfego será utilizada para verificar o volume médio diário dos veículos que trafegam na rodovia entre os municípios de Barreiras e São Desidério, quais são suas características e, inclusive, indicará se há a necessidade de se duplicar este trecho”, afirma Cavali.

Fonte:Karina Kanashiro/UFPR
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades